Guarani empata em casa com Tombense e continua ameaçado no Campeonato Mineiro

O Guarani empatou em casa por 1×1 contra o Tombense, pela décima rodada do campeonato mineiro e não conseguiu afastar totalmente o perigo de queda para o Módulo II de 2020. Mesmo saindo na frente com o gol de Paulão no primeiro tempo, o gol de empate de Rodrigo, já no final da partida, complicou demais a situação do Bugre no torneio.

Para começar a partida, o técnico Gian Rodrigues teve de alterar a equipe, devido aos desfalques de Leomir e Charles, os dois contundidos. O time entrou em campo com: Leandro; Rodrigo Dias, Elder, Paulão e Magalhães; Yuri e Alemão; Paulo Morais, Ewerton Maradona e Diego Silva; Pedrinho. O jovem Diego, cria da base do Bugre, estreou no campeonato nessa partida e até teve boa movimentação.

E no primeiro tempo o Guarani conseguiu rondar bem a área visitante, mas sem concluir tanto a gol. Mas em uma bola parada, aos 24 minutos, conseguiu abrir o marcador. Após cobrança de escanteio de Maradona, Paulão subiu e cabeceou para o chão. O goleiro Felipe não segurou e a bola entrou, fazendo o Farião explodir de alegria.

Porém, ainda na primeira etapa aconteceu o lance mais incrível do jogo. Após chute cruzado para a área do Guarani, o goleiro Leandro fez 3 defesas impressionantes, o que poderia ser a principal lembrança de um jogo que valeria a salvação bugrina do rebaixamento.

 

 

Na segunda etapa, logo em seu início, Gian Rodrigues teve de mexer na equipe, com a saída de Diego Silva para a entrada de Ktatau, outro jovem da base. Ele começou bem a partida, empolgando o torcedor mas, ao mesmo tempo, o Tombense começava a se aproximar mais da área bugrina.

Ao tentar controlar mais o jogo, Clebson (estreando no campeonato) e Renato Xavier entraram nos lugares de Maradona e Paulo Morais respectivamente. O Guarani claramente tentava segurar o resultado e jogar no contra-ataque. Mesmo assim, teve uma chance clara de gol, com Renato Xavier entrando livre pela esquerda da defesa adversária, mas chutando sem maior perigo para Felipe.

Porém, já com o time de Tombos tendo mais posse de bola, o castigo veio aos 37 minutos da etapa final. Após cobrança de falta de Everton e rebote de Leandro, o volante Rodrigo apareceu livre e sem marcação para poder mandar para o gol e decretar o empate.

No fim do jogo o Guarani ainda teve duas chances claras de vitória; Paulão, depois de bola parada na área e desviada por Pedrinho, perdeu tentando um voleio que passou por cima. E Pedrinho, já no fim dos descontos, entrou livre na área depois de se livrar do marcador, mas chutou para fora a chance de uma vitória que garantiria o Bugre no Módulo I ano que vem, já que o outro resultado que ajudaria o clube divinopolitano, a vitória do Villa Nova sobre a URT, aconteceu em Nova Lima (1×0 para o mandante).

Agora o Bugre vai precisar vencer o América na próxima quarta (20/3), às 21:30 no estádio Independência em Belo Horizonte, para não depender do resultado da partida entre URT x Tupi, que vai ser realizada no mesmo horário em Patos de Minas. Se o Bugre vence o Coelho, se garante na primeira divisão de 2020. Se empatar ou perder, vai precisar que o time de Patos não vença o alvinegro de Juiz de Fora, já rebaixado.