hXwLc1_AR1c

Velhos conhecidos e rostos novos: veja quem se apresentou no Farião

A folha de dezembro nem apareceu no calendário e o Guarani já pensa em 2019. Na última terça (27), 23 dos 25 atletas contratados se apresentaram no estádio Farião para avaliações físicas com o departamento de fisioterapia e comissão técnica do time. Os jogadores também tiveram o primeiro contato com a imprensa. Assista a reportagem acima.

As caras novas chamaram atenção dos jornalistas. Além do zagueiro do sub-17, Guilherme Ferreira, que foi integrado ao elenco profissional, outros 10 jogadores que não participaram da campanha do Módulo 2. Entre eles, o pernambucano Clébson Lima de 33 anos. Ao GrupoGabiroba.com meio-campista disse ser um meia finalizador.

“Sou um meia que gosta de finalizar de média e longa distância. Eu entrou muito dentro a área e deixar meus companheiros em boas condições de fazer o gol. Espero ter essas oportunidades. Isso a gente vai criando no dia a dia junto com o elenco forte que está sendo montado.” — Clébson

Em 2018 o meia esteve no elenco da Caldense e participou de quatro partidas no Campeonato Mineiro. Também teve passagens pelo Boa Esporte nas campanhas da série B de 2014 e 2015. Por conhecer os times do interior ele dá a dica de como se dar bem na na primeira divisão.

“A gente sabe que é um campeonato muito curto e muito difícil. A gente não pode desperdiçar, principalmente, pontos dentro de casa. Um time que quer brigar na parte de cima [da tabela] e que que ficar entre os oito; tem que pontuar dentro de casa. A gente sabe da qualidade dos adversários. As equipes que estão sendo montadas. Eu tive o prazer de jogar no começo do ano pela Caldense e gente teve dificuldade com algumas equipes fortes”, alerta.

A volta do capitão

O capitão do Bugre no Módulo 2, Élder David, rompeu o tendão de Aquiles do pé direito durante a partida de volta da semifinal contra o Uberaba e não pode disputar a decisão. Já se passaram 10 meses desde então o zagueiro ainda se recupera, mas diz que estará pronto para estrear diante do Cruzeiro.

“Passei por cirurgia e, graças a Deus ocorreu tudo bem, agora estou na fase de transição fisioterapia-campo. A gente sabe que falta um pouco ainda, mas a gente vai se dedicar para voltar mais forte e poder ajudar o Guarani” – Élder

O capitão de 33 anos ainda destaca o apoio que o clube prestou durante todo o período de recuperação. O contrato do atleta foi estendido para dar atendimento ao atleta.

“O Guarani cumpriu com tudo. O Vinícius sempre me dando atenção. Fiz o começo aqui na SAF; os meninos tiveram a mesma atenção de sempre comigo. Então eu só tenho a agradecer e espero que eu possa retribuir fazendo um bom campeonato”, disse.

O Guarani estreia pelo Campeonato Mineiro em 19 de janeiro no Farião contra o Cruzeiro, às 17H.